Como é a alimentação na trilha inca?

 Como é a alimentação na trilha inca?                                               Dentre todas as boas surpresas (e felizmente foram muitas!) que tive na trilha inca, preciso ressaltar a alimentação. Claro que esse tópico está diretamente vinculado à agência contratada, mas tive uma experiência tão positiva que vale a pena compartilhar.

A tenda em que comíamos e compartilhávamos experiências durante a trilha.

Quando fechei o pacote  aqui no Brasil, arrisquei mencionar que não comia carne. Repeti essa informação no escritório de Cusco e ainda mais uma vez para o Hernán, nosso guia. Falava assim só por falar, mas já preparada para  ficar caçando e separando pedacinhos de carne no macarrão, comer barrinhas de cereal em todas as refeições e coisas do gênero.

Com a expectativa lá embaixo, enchi a mochila de petiscos, pois não esperava mesmo qualquer tipo de regalia. Mas não é que fui surpreendida logo de cara? Já no primeiro almoço, nosso cozinheiro havia preparado uma deliciosa sopa de quinua de entrada, além de diversos legumes cozidos, omelete, arroz e batatas de todos os tipos e cores.

Dentro das condições dificílimas para transportar a comida nas escadas íngremes de pedra dos incas, jamais esperava tamanha variedade e atenção, com versões vegetarianas de todos os pratos feitas especialmente para mim.

E havia mais boas notícias. De sobremesa, comíamos quitutes gostosos, como panquecas de doce de leite. Também ganhávamos kits com frutas e chocolates para irmos beliscando durante a trilha. E quando chegávamos no acampamento, antes do jantar, tinha lanche com bolachas variadas, pasteizinhos com açúcar e canela e até pipoca.

Na trilha inca, as refeições não eram apenas para matar a fome. Nesses momentos,  o grupo compartilhava impressões da trilha e da vida, em geral, sempre acompanhadas por um chá de coca ou outra erva nativa.

Dentre todos os pratos que provei,  confiro à sopa de quinua uma atenção especial. Muito presente na culinária andina, esse ingrediente é altamente energético, nutritivo e leve ao mesmo tempo. Acredito, de verdade, que fez toda a diferença para dar mais resistência e saúde ao grupo.

Quinua, um dos pilares da alimentação andina.

Por esse motivo, segue uma receita que encontrei no blog da Mundo Verde, uma rede de lojas naturais. Já testei e, além de muito gostosa, foi ótima para recordar as lembranças tão queridas da trilha inca. Para provar e virar fã, anote os ingredientes:

La Chica de Mochila adora: SOPA DE QUINUA

Ingredientes:

  • 3 xícaras (chá) de grãos de quinua
  • 2 cebolas
  • 1 dente de alho
  • Legumes variados (abóbora, milho, abobrinha, cenoura)
  • 3 litros de caldo de legumes
  • 2 colheres (sopa) de azeite extra virgem
  • Sal e pimenta a gosto

Preparo

  • Refogue as cebolas e o alho bem picados no azeite até dourar.
  • Junte os legumes picados em cubinhos e o caldo.
  • Cozinhe até ficar macio.
  • Adicione os grãos de quinua e cozinhe por mais 15 minutos.
  • Tempere com sal e pimenta.
About these ads

16 Respostas para “Como é a alimentação na trilha inca?

  1. Primeiro parabéns pelo blog!
    Eu vou fazer a trilha inca em dezembro e essa informação que a sua agência serviu quinua e se preocupou com o fato se você ser vegetariana me interessou muito!!! Estou procurando algumas já para fechar este mês e queria saber qual é a agência que você contratou e se não for muito abuso, você sabe me dizer se existem lojas que vendem artigos de trekking em Cuzco? (quero comprar umas coisas lá para não ficar carregando antes da trilha).
    Obrigada desde já!

    • Olá Kammiri,
      Fico feliz que o blog tenha sido útil nas suas pesquisas antes de fazer a trilha.
      A agência que eu contratei é brasileira e chama El Dorado (http://www.trilhainca.com.br/). Eles tem um escritório em Cuzco, a Kintu Expeditions.
      Quanto aos artigos de trekking, não se preocupe: existem dezenas de lojas por lá. Uma das mais conhecidas é a Tatoo Outdoors & Travel, que fica na Calle del Medio, no. 130.
      Abre de segunda a domingo das 09h00 às 21h30. Você pode dar uma olhada nos produtos e preços aqui: http://pe.tatoo.ws/
      Espero ter ajudado!

      Abraços,

      Camila Camargo
      La Chica de Mochila

  2. Hola, Chica! Estou procurando informações sobre a Trilha Inca e felizmente “caí” aqui no seu blog! Adorei saber sobre a alimentação, pois também não como carne. Estou me deliciando com suas postagens e me empolgando cada vez mais com o roteiro, que vai incluir o Lago Titicaca. Parabéns! Beijo!

  3. Menina!

    Superobrigada pelas informações que você postou! Ainda mais depois que eu descobri que minha dieta vegetariana não vai ser tão sofrida lá… =)
    Eventualmente ainda vou te importunar com algumas dúvidas sobre o planejamento da viagem, já que estou justamente nesse processo…

    Beijos!

  4. Olá Chica!
    Adorei o seu post sobre Macchu Picchu. Estou pensando em viajar agora em julho e só o fato de ter lido o seu relato, só aumentou a minha vontade de ir!!

    Porém o meu único medo é se fecho pacote completo aqui no brasil, assim chego com comodidade lá tudo pronto, justamente por se alta temporada, ou só fecho trilha + passagem aérea?

    Parabéns mais uma vez pelo seu post!!! Suas dicas foram valiosas pra mim!

    Beijos

    • Oi Emilia!

      Que bacana que você curtiu os posts! Fico super feliz.
      Acredito que o melhor esquema seja fechar a trilha inca e a passagem aérea o quanto antes e acertar o resto em Cusco mesmo. Lá, você poderá pesquisar preços, pacotes e ainda mudar os planos, se desejar. Os passeios mais famosos tem saídas diárias, não se preocupe. Só não esqueça de fazer constar no recibo do pagamento dos passeios tudo o que ficou combinado (data, transporte, alimentação, etc).

      Bjs, boa viagem e depois volte aqui no blog pra contar sua experiência. Vou adorar!

      Camila Camargo
      La Chica de Mochila

  5. Hei Camila Camargo, La Chica de Mochila: que belo trabalho. Parabéns! Gostei muito de voltar ao Equador através de seu blog. Carinhos, Iara D.

  6. vou fazer a trilha inca em 18dez chegada 22 no fim do mundo rss vou pela El dorado

  7. Oi estou querendo ir para o Peru em Novembro, fazer a Trilha Inca Classica, tentei contato com a empresa que você fechou os pacotes mas eles não vão fazer para 2013. Você teria outra que conheceu e que pesquisou que você gostou? Outra coisa também vi que no mês de Novembro é período de chuvas, será que acontece as trilhas?

  8. Dayana vc pode fechar a trilha direto com a agencia no peru são super profissionais minha viajem foi perfeita me manda um email te posso mais informações ricardo3029@terra.com.br

    • Olá Dayana,

      A trilha inca clássica precisa ser fechada com, em média, 3 meses de antecedência. Trilhas alternativas, como Salkantay, exigem menos tempo de espera e sofrem menos regulamentação do governo peruano. Quanto a fechar direto com um agência peruana, não há problema. Apenas observe o prazo que citei acima.

      Camila Camargo
      La Chica de Mochila

  9. OLáaa!! Adorei seu post, seu blog… tudo de booom!!
    Qual o nome da empresa que vc fez o caminho inca?? Pq pelo visto ela superou suas espectativas em muitas coisas!! Eu estou numa dúvida tremenda quanto a qual escolher (vou em maio de 2014), fora que ando meio perdida sobre o que inclui, o que não inclui… o que levar!!! Se puder me dar essa informação, agradeço!!

  10. recomendo http://www.kintuexpeditions.com foi tudo perfeito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s