Peru: Arequipa ou Trujillo?

Sempre acreditei que um ótimo jeito de (re)começar seria respondendo a perguntas  sobre viagens. Tanto as que me fazem quanto as que eu mesma me faço (e são inúmeras, todo dia!) ou ainda as que eu pesco em sites e blogs, como foi o caso, hoje, do sempre útil Perguntódromo do Viaje na Viagem,  site que eu adoro do Riq Freire.

A questão levantada pela Lu Malheiros, do blog Dividindo a Bagagem, veio bem a calhar para a retomada dos posts. Vamos nessa!

Peru: Arequipa ou Trujillo? Que cidade é mais indicada para complementar uma viagem a Lima, totalizando uma semana?

“Lu, estive nas duas cidades em setembro passado. Segue um apanhado geral. Está longo, mas acredito que possa ser útil :)

Primeiro vamos às distâncias: De avião, os dois destinos ficam a cerca de 1h15 de Lima.  Já de ônibus, são – em média – 8 horas até Trujillo e 14 para Arequipa. Nesse caso, optaria pelas viagens noturnas, que não chegam a ser um problema uma vez que é possível encontrar boas cias de ônibus, como a Cruz del Sur, com assentos reclináveis e até bem confortáveis.

Quanto aos destinos, as duas cidades oferecem programas bem diferentes. Trujillo é a terceira maior cidade do país. A região foi habitada por duas civilizações fundamentais no antigo Peru: a Moche e a Chimu. Prepara-se para uma verdadeira imersão de história e cultura ao visitar centros arqueológicos impressionantes.

Por lá, é obrigatório fazer uma visita guiada a Chan Chan, capital do reino Chimú e a maior cidade de barro da América pré-hispânica. As huacas (pirâmides sem ponta) Arco- Iris, construída pelos Chimús, e a del Sol y de la Luna, de origem Moche, também valem demais a visita.

Além disso, o centro histórico de Trujillo é bem charmoso e preservado. Existem algumas belas mansões restauradas, abertas à visitação, que datam dos princípios da República.

Complementaria ainda o passeio com um pulo na praia de Huanchaco, que fica a 15 minutos do centro. A praia não tem uma beleza tropical ou estonteante, mas fica mil vezes mais bonita com o pôr-do-sol lá pelas 5 da tarde. Vá para a orla e observe as canoas de totora, espécie de capim seco extremamente resistente, utilizadas ainda hoje pelos pescadores locais. No fim do dia, coma um autêntico ceviche. Delicioso! No Peru, todos sabem que este prato só é encontrado na sua melhor forma bem ao norte e no litoral. Sem falar no preço, que é uma pechincha!

Sobre Arequipa, com o tempo que você tem, é necessário fazer uma escolha logo de cara. Priorizar o tour mais conhecido por lá, o Cañon del Colca, em detrimento de explorar a cidade em si, ou se dedicar a cidade, que é bem charmosa, mas pular o passeio do Colca. Essa escolha consciente evita a frustração de achar que é possível cumprir as duas tarefas com a mesma dedicação.

Na primeira alternativa, escolha o passeio de dois dias ao Colca, pernoitando uma noite em Chivay. Fazer tudo no mesmo dia é insano e extremamente cansativo. Na agência, quando estiver fechando o tour, escolha um hotel BEM BACANA (nunca será uma fortuna), afastado do centro, que te proporcione um bom visual da região do Colca.

No caminho de ida, você verá vulcões e centenas de llamas, e provará o chá de coca, pois os efeitos da altitude não tardam a serem percebidos.

Chegando em Chivay, durante a tarde, normalmente é oferecido um banho termal por cerca de 10 soles. O visual do lugar, a céu aberto, é bonito, mas o banho em si… bem… digamos… farofento rs…. Então veja se ficar no hotel (por isso indico que escolha um bom) não é mais jogo ;)  À noite, espere por um jantar turistão-temático com shows de música e dança da região. Sente o clima ;)

No dia seguinte, bem cedo, é hora de embarcar rumo ao Mirador de la Cruz del Cóndor, com algumas paradas lindas para tirar fotos e “interagir com a cultura local”. Eu, pessoalmente, tenho ressalvas a tratar locais como atração turística, pagar para tirar foto com uma criança e um filhote de  llama e ir embora 5 segundos depois… mas a maioria das pessoas adora e acha divertido. Bom, chegando ao Mirador, garanta um lugar privilegiado e cruze os dedos. Ver os condores é também uma questão de sorte, embora entre maio e setembro seja quase garantido. Se eles aparecerem, o espetáculo é certeiro. Como não temos a oportunidade de vê-los em terras brasileiras, é mais um motivo para justificar este passeio.

Na volta, a maioria dos tours para em pueblitos graciosos, onde é possível visitar algumas igrejas e ver artesanatos do Colca. O passeio termina, em Arequipa, cerca de 7 da noite. Para não perder tempo, deixe pré-agendado uma reserva em um dos restaurantes incríveis da cidade. Eu recomendo fortemente o Chicha, do chef Gastón Acurio, que fica quase em frente ao Monastério de Catalina.

No dia seguinte, antes de voltar a Lima (marque esta passagem apenas para o fim do dia), explore a cidade desde cedo, afinal trata-se de um Patrimônio Cultural da Humanidade, segundo a UNESCO, e as principais atrações estão bem próximas umas das outras.

Entre os pontos altos, estão a Catedral, bem no centro da Plaza de Armas, A igreja de La Compañia, o Museu Santuários Andinos, que expõe artefatos e objetos incas, incluindo o corpo congelado de Juanita, e o imperdível Monastério de Santa Catalina, fundado em 1580, que vale a visita no fim de tarde, onde a luz natural deixa o ocre e laranja desta cidade em miniatura ainda mais bonitos.

Bom, no final das contas, mais do que indicar um dos dois lugares, preferi te dar um panorama de cada uma das cidades, tão belas quanto diferentes entre si. Espero que minha contribuição possa te aproximar mais da sua intuição e do seu objetivo ao fazer essa viagem. Bom passeio e desejo que volte cheia de boas recordações e dicas para compartilhar conosco!”.

About these ads

19 Respostas para “Peru: Arequipa ou Trujillo?

  1. Linda ideia transformar a resposta no VnV num novo post! As fotos estão lindas ;)

  2. Fiquei morrendo de vontade de ir. Ah, eu com uma semaninha longe d
    do trabalho….

  3. bruxo_cervejinha

    Arequipa é uma cidade maravilhosa! Só a cidade já vale ficar alguns dias. A arquitetura, a gastronomia e os agitados barzinhos de noite te deixam de bem com a vida. Já o Canion é uma coisa fantástica também. A melhor forma de sentir a altitude na pele, ver os animais da região e, se der sorte, pegar até uma neve caindo nas partes mais altas dos Andes.

  4. Camila,
    A essa altura você já deve saber que o Riq fez um post indicando esse seu post (ficou confuso, mas entendeu?).
    Queria te agradecer o valioso comentário e te avisar que devemos ir à Arequipa. Estamos vendo as passagens Lima/Arequipa, pois estou indo de milhas até Lima. Depois te conto se conseguimos.
    Valeu! :-)
    Bjs

    • Oi Lu!
      Vi o post que o Riq fez e fiquei muito contente pela repercussão bacana que sua pergunta gerou. Torço para que isso motive as pessoas a conhecerem o Peru, um país que adorei e recomendo sempre que posso. Sobre Arequipa, espero que já tenha conseguido a passagem e que sua estadia por lá seja maravilhosa. Depois, me conta, por favor, como foi a viagem que eu vou adorar saber. Bjs!

  5. Camila,
    Está decidido: vamos à Arequipa e faremos o passeio do Vale del Coca. Coloquei a pergunta lá no VnV também, mas gostaria da sua opinião: você recomenda ou desrecomenda algum hotel em Arequipa e Chivay?
    Valeu, bjs ;-)

  6. Camila,

    quantos dias é necessário ficar em Trujillo para conhecer esses pontos turísticos? Estava pensando em ficar 1 ou dois dias, indo de avião. O que vc acha???

    Obrigada, Vivian

    • Oi Vivian,

      Acredito que dois dias sejam suficientes para conhecer a cidade de barro de Chan Chan, as huacas Arco Iris, Esmeralda, do Sol e da Lua, o centro de Trujillo e seus casarões e a praia de Huanchaco, que fica especialmente bonita no pôr do sol, no fim de tarde, acompanhada por um ceviche fresquinho.

      Trujillo nos coloca em contato direto com as importantes culturas chimu e mochica. Procure, sempre que puder e houver disponibilidade, contratar guias em todos os passeios , pois vale muito a pena se aprofundar na interessante história dessas civilizações.

      Abraços e espero que faça uma boa viagem!

      Camila

  7. Oi Camila, eu e meu marido iremos em Setembro ao Peru e vamos conhecer Arequipa. Tem alguma agência de turismo que você indique para contratar o passeio ao Canion del Coca?

    • Olá Debora,
      Algumas agências recomendáveis são Colonial Tours (Calle Santa Catalina, 106), Condor Travel ( Sta Catalina, 210) e Giardino (Calle Jerusalen, 604-A).
      De qualquer modo, acredito que vale a pena passear pela Plaza de Armas e pela Calle Sta Catalina comparando preços e o que cada pacote oferece.
      Indico escolher um hotel bem bacana para pernoitar da cidade de Chivay e também fazer constar no recibo de pagamento tudo que foi combinado previamente com o atendente.
      Espero ter ajudado.
      Um abraço e boa viagem!

      Camila Camargo
      La Chica de Mochila

      • Obrigada Camila. E você sabe se consigo reservar o passeio de um dia para o outro? Ou é preciso mais antecedência?

      • Fui para Arequipa na mesma época que você (setembro) e consegui marcar de um dia para o outro. Como esse passeio tem saídas diárias, acredito que não terá problema em fazer dessa maneira :)

  8. Olá, pretendo ir a Lima em julho e fico na dúvida se vou para Cuzco de avião ou planejo um trajeto de onibus em duas etapas, parando em alguma cidade simpática por uns dois dias. Ficam as dúvidas: existe um ponto bacana no meio do caminho ( quem sabe Ayacucho ou Naszca?) estou exigindo demais para uma viagem de 13 dias, fazer Lima, a tal parada, Cuzco e Machu pichu?
    Help me Chica!

    • Olá Carlos,

      Com 13 dias acredito que você consiga incluir numa boa um destino a mais no seu roteiro. Na minha viagem, fiz uma rota que incluía meio-dia em Nazca, pois fiz o tour pelas famosas “linhas de Nazca” via terrestre (onde um carro para em mirantes e você consegue ver alguns dos desenhos). Depois, segui para Huacachina, um povoado formado ao redor de uma lagoa cercada por dunas e com passeios de buggy pela região. Depois, fui para Pisco, próxima a Paracas, onde conheci as Islas Ballestas, uma reserva ecológica super bonita que tem uma fauna diversificada de aves marinhas, pinguins e leões marinhos, além de passar de barco pelo Candelabro, um desenho gigante e milenar de origem misteriosa nas montanhas. Ainda em Pisco é possível visitar as plantações de uva e fazer degustação da bebida homônima – o que eu não cheguei a fazer pois já tinha visitado uma destilaria no Chile. Esse meu roteiro levou 3 dias/ 2 noites. Quanto a Ayacucho, não tenho muitas informações, sei apenas que a cidade é conhecida pelas suas igrejas e casas coloniais.
      Espero ter ajudado.

      Abs,

      Camila Camargo
      La Chica de Mochila

  9. Isabella Borges

    Camila, de Puno vou direto para Arequipa… tem alguma dica de alguma empresa de ônibus que realize esse trajeto? beijos!

    • Oi Isabella,

      Não me recordo o nome da cia de ônibus que peguei. Lembro que fiz o trajeto Puno-Cuzco por uma empresa local (eles costumam separar os ônibus voltados aos nativos daqueles mais turísticos). Optei por esse meio de transporte porque o trajeto era diurno e ia direto, sem ficar parando pelo caminho, o que acaba acontecendo com alguns ônibus turísticos que incluem visitas a ruínas e pontos históricos.

      Abs,

      Camila Camargo
      La Chica de Mochila

  10. Olá Camila!
    Adorei teu post e todas os comentários e respostas! Estão me ajudando bastante a formatar meu roteiro. Eu e meu marido estamos indo passar 10 dias por lá em abril de 2013.
    Você acha pecado ir a Arequipa e não fazer o cañon? É que só temos 2 dias e não queria deixar de conhecer a cidade. Todos dizem que é muito bonita e tem bastante o que fazer. Pensei até em ir de ônibus até Chivay por meio dia, só pra não dizer que não vi o Vale del Colca, e voltar a Arequipa.
    Outra coisa: temos mais 2 dias pra fazer Nazca, Pisco, Huacachina e Paracas. Tenho certeza de que não dá. O que você acha que não podemos deixar de ver?
    Fico no aguardo. Beijão e obrigada!
    Aninha

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s